quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

Auto Sueco São Paulo vende três unidades do novo FH para a Transjardel

A Auto Sueco São Paulo realizou a primeira venda dos novos modelos do caminhão Volvo FH. A negociação foi realizada durante a Feira do Cegonheiro, no ABC Paulista. “Negociamos três unidades do FH 460 6×2 para a Transjardel Transportes Rodoviários, um parceiro comercial de longa data”, comemora o diretor comercial de caminhões da Auto Sueco São Paulo, Luís Gambim.

“A Auto Sueco possui profissionais de vendas capacitados e que estão sempre à disposição quando precisamos para melhor nos atender, é uma verdadeira relação de respeito e amizade construída ao longo de muitos anos trabalhando em parceria”, afirma Rômulo Silva, diretor da Transjardel Transportes Rodoviários.

Brasil Caminhoneiro


Sobre a nova linha

A sueca Volvo investiu globalmente cerca de R$ 3 bilhões, durante seis anos, para renovar os produtos da linha de caminhões. Já em circulação na Europa, os novos FH (70% do mix), FM e FMX (off road), chegaram ao Brasil com a promessa, principalmente, de trazer maior rentabilidade ao transporte rodoviário de cargas. O POVO acompanhou as novidades no lançamento em Curitiba (PR). Os pedidos, que já estão sendo feitos, chegam às concessionárias em janeiro de 2015.


Além da dirigibilidade e conforto interno, a grande aposta da marca para trazer melhores negócios aos usuários de caminhões é a conectividade, o que o presidente da Volvo para a América Latina, Roger Alm, chamou de “transporte digital”. Com as novidades, um caminhão de 460 cv 6x4, por exemplo, custa cerca de R$ 500 mil. Há modelos que chegam a R$ 1 milhão.

O Povo

Confira o vídeo 'The Cassino' apresentando - de forma bem humorada - o novo FH:


quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

Restrições em rodovias começam dia 19 e caminhão poderá ser retido

Começa na próxima sexta-feira (19) as restrições para a trafegabilidade de veículos pesados nas rodovias federais e estaduais de Mato Grosso. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o caminhoneiro que for pego trafegando em horário proibido será autuado e terá o veículo retido.
  
As restrições em períodos de festas possuem o objetivo de possibilitar melhor trânsito de veículos de passeio e ônibus de viagem.
  
Conforme a Polícia Rodoviária Federal, no dia 19 de dezembro a restrição para caminhões será das 16h às 22h. No dia 24 de dezembro das 6h às 12h. Já no dia 25 de dezembro (Natal) das 16h às 24h.
  
No dia 1º de janeiro de 2015 será das 16h às 24h e no dia 04 de janeiro das 16h às 24h.

A Polícia Rodoviária Federal explica ainda que o caminhão que for pego trafegando nestes horários restritos ficará retido até que o período proibitivo do transporte de cargas pesadas passe.


Multas por ultrapassagem

Os motoristas em geral devem ficar atentos quanto às mudanças de valores das multas, em vigor desde o dia 1º de novembro. Como o Agro Olha já comentou quem for pego forçando ultrapassagem paga agora R$ 1.915,40 de multa e não mais R$ 191,54.


terça-feira, 16 de dezembro de 2014

Sleeper - Mais conforto para o dia a dia do caminhoneiro

Falta de infraestrutura nas estradas e paradas de caminhões é uma das principais reclamações dos caminhoneiros atualmente. Principalmente quando se trata de locais adequados para tomar banho, alimentação e descanso. 

Outra reclamação frequente, é quanto ao espaço interno das cabines fabricadas no Brasil. As montadoras buscam frequentemente formas de melhorar o conforto interno dos caminhões, mas devido a legislação no Brasil e em outros países espaço interno fica limitado, pois quanto maior a cabine menor a capacidade de carga. 

Mas a partir de 2015 uma nova solução que promete acabar com essa falta de infraestrutura chega ao Brasil e ao mercado Europeu. Trata-se de uma cabine estendida com apartamento. Ou seja, a cabine do caminhão contará com toda uma infraestrutura semelhante a de um apartamento, com isso o caminhoneiro poderá estar em qualquer lugar do Brasil sem abrir mão do conforto de sua residência.

Esse novo conceito em cabines é denominado de Sleeper, e sua instalação é feita em no máximo 24horas após a aquisição. O caminhoneiro ainda contará com a possibilidade de financiar seu Sleeper em até 60 vezes e poderá adquiri-lo em 12  pontos de distribuição espalhados pelo Brasil. 



Segundo a Brasil Trucks Sleeper’s, responsável pelo projeto, nenhuma alteração no documento do veículo será necessária, pois não há modificações na estrutura original da cabine nem dos chassis. De acordo com a empresa,  esta nova tecnologia foi desenvolvida há mais de 3 anos, com base em testes rigorosos em estradas para poder certificar conforme as normas Internacionais exigidas.

Esta nova adaptação estará disponível para toda a linha de caminhões com cabine frontal, o lançamento oficial e o início das vendas serão em 2015. 

Principais itens inclusos no Sleeper: 
- Sala com TV plana e Poltrona Cama 
- Cozinha com Geladeira com Freezer 
- Fogão elétrico duas bocas 
- Pia em inox com água Quente/Fria 
- Exaustor elétrico e Janela basculante e corrediça 
- Banheiro com Chuveiro Quente/Frio com Vaso Sanitário 
- Dormitorio com cama aquecida (opcional) 
- Roupeiro aereo com 03 portas corrediças 
- Portas divisórias corrediças para Cozinha e Banheiro 
- Ar central (opcional)
- Acabamento Interior personalizado

segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

Presidente da Mercedes-Benz Brasil recebe prêmio de 'Personalidade do Setor Automotivo'

O presidente da Mercedes-Benz do Brasil e CEO na América Latina, Philipp Schiemer, recebeu o Prêmio AutoData de 'Personalidade do Setor Automotivo' de 2014.  A premiação reconhece as empresas e executivos que se destacaram ao longo do ano.

Philipp Schiemer está na gestão há apenas um ano, e trouxe novidades para o mercado brasileiro. dentre elas, a inclusão de 40 inovações do portfólio de caminhões, assim como o aumento das vendas dos ônibus e o lançamento do programa "Voz do Cliente" que envolve a ampliação da oferta de serviços de pós-venda com foco nas necessidades dos clientes.

“Esse importante prêmio nos deixa muito honrados. Divido a alegria deste momento com todos os nossos colaboradores e parceiros, que se dedicam ao aprimoramento permanente dos nossos produtos e serviços, reconhecidos pelo elevado padrão de qualidade e de confiabilidade no mercado”, declara Philipp Schiemer.

Sobre o Prêmio

O Prêmio AutoData homenageia as empresas e os executivos que mais se destacaram no desenvolvimento do setor automotivo brasileiro nos últimos doze meses. O corpo editorial da empresa de comunicação seleciona os finalistas. O resultado final surge a partir da votação direta dos leitores da revista AutoData, dos assinantes da Agência AutoData de Notícias e dos participantes do Seminário Prespectivas 2015. Saiba Mais.


sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

Extintores do tipo ABC serão obrigatórios a partir de 2015: entenda

Os extintores do tipo BC, presente na maioria dos veículos automotores, deverão ser substituídos a partir do ano que vem. A obrigatoriedade atende a Resolução publicada em 2009, pelo CONTRAN (Conselho Nacional de Trânsito), que exclui a utilização desses extintores pela incapacidade de conter incêndios em regiões mais sólidas - como tapetes e estofados, assim como em combustíveis líquidos e materiais energizados. 


O novo extintor ABC possui uma substância capaz de conter incêndios do tipo A(regiões sólidas). Apesar do seu preço mais alto, o novo extintor possui uma validade de 5 anos - dois a mais que os atuais. Caso o extintor já esteja vencido e caso queira trocar, o condutor já consegue encontrar o novo.

A Resolução não se aplica a motocicletas, motonetas, ciclomotores, triciclos e quadriciclos automotores sem cabine fechada, tratores, veículos inacabados ou incompletos, veículos destinados ao mercado de exportação e os veículos de coleção.


É importante ressaltar que andar sem o extintor ou com o equipamento fora da validade, resulta em multa de R$ 127,69 e cinco pontos na Carteira Nacional de Habilitação. 

quinta-feira, 4 de dezembro de 2014

Volvo Trucks quer a liderança no mercado brasileiro

A Volvo Trucks pretende brigar pela liderança no mercado de veículos da linha pesada. Durante 5 anos, a companhia ganhou mais de oito pontos percentuais de participação no mercado brasileiro. Com isso, ultrapassou a concorrente Ford Caminhões e ficou como a terceira marca mais vendida do país. Atrás apenas da MAN e Mercedes Benz.

A evolução da Volvo impressiona por vender apenas veículos da linha pesada mais caros que as demais montadoras. O lançamento dos novos modelos  FH, FM e FMX  mostrou que o objetivo da companhia não é reduzir os preços, mas crescer de forma mais estruturada. A nova linha de caminhões foi apresentada entre setembro e outubro deste ano. As primeiras unidades serão entregues em janeiro de 2015.

Detalhes sobre a linha 2015 da Volvo Trucks. Clique Aqui

Mercado de Caminhões para 2015 no Brasil

Segundo a MA8 Management Consulting Group, uma das mais especializadas empresas de consultoria do setor automotivo brasileiro, o mercado para 2015 será semelhante ao de 2014. 

Um aumento de volume tende a ocorrer no segundo semestre do ano que vem, “mas em ritmo moderado”, crê o presidente da consultoria MA8, Orlando Merluzzi, que viu como positivo o anúncio da nova equipe econômica do segundo mandato do governo Dilma Rousseff. 

Para Merluzzi, os primeiros sinais indicam um “tratamento de choque ortodoxo” e isso deve ser seguido de aperto monetário, dificuldade no crédito e aumento dos juros como forma de equilibrar as contas e segurar a inflação. Isso fará com que os empresários usem os primeiros meses do ano para observar o rumo da economia antes de tomar decisões. 

quarta-feira, 3 de dezembro de 2014

Papai Noel roda o Brasil

A Volvo, em parceria com a Coca-Cola FEMSA lançou uma caravana que vai percorrer o Brasil. Um personagem conhecido no mundo inteiro, também faz parte do projeto, o bom velhinho, Papai Noel. Composta por oito caminhões da linha Volvo 2015, a caravana começou a longa trajetória por Curitiba e vai percorrer 31 cidades nos estados do Paraná e do interior de São Paulo.

A linha de caminhões da marca foi renovada em outubro, e foi projetada para aprimorar a interface homem-máquina, com diversos recursos tecnológicos, semelhantes aos que estão sendo utilizados atualmente na Europa. Os modelos empregados na caravana são quatro FH, dois FH Classisc e dois VM, todos terão sua produção no Brasil iniciada em janeiro de 2015.

Os veículos são equipados com diversos efeitos luminosos e personagens saídos dos contos de natal, inclusive o próprio Papai Noel, que é transportado em seu trenó puxado pelas renas.

CLIQUE AQUI e confira as cidades em que a Caravana de Natal irá passar.


Transporte Online

Scania e Itaipu Binacional apresentam primeiro ônibus do Brasil abastecido com biometano

 Líder em transporte sustentável, a Scania colocou em circulação no País o primeiro ônibus movido a biometano da história da indústria de veículos comerciais. A iniciativa é fruto de parceria da fabricante sueca com a Itaipu Binacional, o Centro Internacional de Energias Renováveis-Biogás (CIBiogás-ER), a Fundação Parque Tecnológico Itaipu (FPTI) e a Granja Haacke, de Santa Helena (PR), responsável pelo fornecimento do biometano. Produzido a partir de dejetos de aves poedeiras, o gás é filtrado e envasado, antes de ser transportado para Foz do Iguaçu, primeira cidade onde o ônibus foi utilizado em demonstração.

“Fabricado na Suécia, o veículo atende à normativa Euro 6 e é considerado um dos mais modernos do transporte público do mundo, com motor dedicado ao uso tanto do com gás natural veicular (GNV) quanto do biometano como combustível. Ele emite 70% menos poluentes que um similar a diesel”, explica Silvio Munhoz, diretor de Vendas de Ônibus da Scania no Brasil.

Depois de Itaipu, onde fez o transporte de funcionários e estudantes de 31 de outubro a 26 de novembro abastecido apenas com biometano, o ônibus seguirá para os Estados do Rio Grande do Sul, São Paulo, Paraná e Rio de Janeiro para mostrar a aplicação da tecnologia tanto em rotas urbanas, quanto em fretamento e transporte intermunicipal.

“A partir do início de dezembro o veículo já começa a demonstração no Rio Grande do Sul. Estamos recebendo consultas de outras cidades interessadas em conhecer a tecnologia”, diz Munhoz. “O mais importante é perceber que ela é 100% viável para comercialização.”

Parceria – Segundo o superintendente de Energias Renováveis de Itaipu, Cícero Bley Júnior, que também preside a Associação Brasileira de Biogás, o objetivo da parceria é demonstrar a viabilidade da aplicação do biometano na mobilidade urbana, para que ele possa ser integrado à matriz de combustíveis do País. A Agência Nacional do Petróleo (ANP) está com uma consulta pública aberta para regulamentar o uso do combustível.

“Estamos satisfeitos com os resultados que obtivemos na demonstração do ônibus da Scania em Itaipu. Ele superou nossas expectativas”, diz Bley. “Acreditamos na viabilidade do biometano e estamos iniciando um novo período na busca de alternativas mais sustentáveis ao meio ambiente.”

Munhoz conta que os 3 mil quilômetros que o ônibus percorreu dentro de Itaipu comprovaram os benefícios do uso do combustível renovável. “Em relação ao preço por quilometragem, o custo do biometano é menor em 56% ante um veículo similar a diesel”, revela. “Para a Scania, sustentabilidade significa a redução de emissão de CO2 por meio de inovação, comobilidade, treinamento de motoristas, manutenção preventiva e uso de combustíveis alternativos. Tudo isso resulta no aumento da rentabilidade de nossos clientes.”

Segundo Bley, a demonstração do ônibus da Scania em Itaipu provou que o biometano é o combustível ideal para promover a mobilidade sustentável. “A partir de um problema das cidades – a gestão de resíduos – encontra-se uma solução economicamente viável para qualquer centro urbano de nosso país”, ressalta.

Tecnologia Scania – O ônibus Scania tem 15 metros de comprimento, com dois eixos direcionais e capacidade para até 120 passageiros. As características do motor Scania Euro 6 a gás permitem que o veículo rode não só com biometano, mas também com gás natural ou a combinação de ambos.

Antes de chegar ao Brasil, o ônibus Scania passou pelo México e pela Colômbia, sempre abastecido com GNV. Em Bogotá, foi testado em condições extremas: altitude elevada, baixa pressão atmosférica, tráfego pesado e ladeiras.

Responsável por conduzir o ônibus no giro pela América, Miguel Morales Gomes, master driver da Scania, disse que não notou diferença de desempenho do veículo abastecido com biometano ou com o GNV convencional, derivado do petróleo. “A diferença é zero tanto em topografias de subidas quanto de descidas. Foram feitos testes em diversas condições, justamente para provar que a performance desse ônibus Scania movido a biometano é ótima”, afirma.

terça-feira, 2 de dezembro de 2014

5 curiosidades sobre carreteiros e seus caminhões

A profissão de carreteiro, além de ser muito importante, é também antiga. Por essa razão, os corajosos responsáveis por levar as mais diversas cargas pelas estradas do nosso país tem muitas histórias para contar. De curiosas a assustadoras, não faltam assuntos quando se trata de curiosidades!

É por isso que a Caravana Ford Econoshow, separou 5 curiosidades sobre carreteiros e seus caminhões. Coisas que fazem parte do dia a dia dos carreteiros mas que poucos sabem da origem. Confira:




Renovação da frota é rejeitada por comissão no congresso nacional

A Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio rejeitou o PL 2513/11, que criaria o Plano Nacional de Renovação da Frota de Veículos Automotores. Assim como em outros países, especialmente alguns da Europa, o plano consistia em incentivos para troca de veículo.

Pelo texto, proprietários de carros com 15 anos ou mais, ganhariam crédito especial para troca do veículo por um novo. O usado seria utilizado no negócio e então encaminhado para órgãos de trânsito estaduais para reciclagem de peças e outros componentes.

Para a comissão parlamentar, medidas que obriguem o consumidor a trocar de carro não resolveriam a questão de circulação de carros em péssimo estado nas ruas e estradas do país, defendendo assim maior fiscalização como alternativa.

Apesar disso, o PL 2513/11 ainda não chegou ao fim da linha no congresso, pois ainda precisa passar pelas comissões de Viação e Transportes, Finanças e Tributação e de Constituição, Justiça e Cidadania. Se for aprovado nelas, o projeto de renovação da frota será votado em plenário.

Outra proposta de renovação da frota, que no caso envolve somente os caminhões, está em estudo no MDIC. O setor automotivo acredita que o programa vai virar nacional já em 2015. No entanto, paralelamente os estados de SP, RJ e MG já implementaram planos de substituição de forma independente.

Auto Data

segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

Seis veículos militares que estão a venda para civis

O sucesso dos modelos CJ-2A foi tão grande que o mercado passou a ser inundado por veículos como a Serie 1 da Land Rover (1948), o Type 181 "Thing" da Volkswagen (1968) e o Hummer H1 da GM (1992).

 Associados a conquistas militares americanas, os carros ganharam impulso nos últimos anos ao serem comprados por celebridades milionárias, sobretudo do mundo do hip hop.

Abaixo, a BBC Autos selecionou alguns veículos de inspiração militar que estão à venda no mercado hoje.


1. RENAULT SHERPA (FRANÇA) 


O verde oliva do Exército foi transformado em cores vibrantes no Sherpa, da Renault. O veículo usado por soldados franceses e da Otan tem, em sua versão civil, mais a cara de um carro do Rali Dakar.

 Ele está à venda no Oriente Médio, na África e na Rússia. O motor de 4,76 litros e quatro cilindradas é ensurdecedor. São seis marchas e tração nas quatro rodas - tudo por US$ 272 mil (cerca de R$ 700 mil).


2. GAZ TIGR (RÚSSIA) 


Os russos garantem que a semelhança do Tigr com o americano Humvee não passa de uma coincidência.

 O motor é de 5,9 litros, e o carro também com seis marchas e tração nas quatro rodas. Por dentro, o visual não é nada militar: bancos de couro, ar condicionado e um sistema de som potente.

 Por US$ 110 mil (cerca de R$ 280 mil), o carro é quase uma "barganha" nesse mercado.


3. MERCEDES-BENZ G63 AMG 6x6 (ÁUSTRIA)


O Mercedes-Benz Geländewagen, também conhecido como G Class, existe há mais de três décadas no mercado.

 Com seis rodas, o carro suporta quase qualquer tipo de terreno. Ele anda em águas com até 1m de profundidade.

 Mas poucos têm o privilégio de possuir um, já que as especificações técnicas desse veículo são ilegais em vários mercados (incluindo toda a América do Norte e todos os países com mão inglesa).

 Possuir um desses Mercedes sai por US$ 523 mil (cerca de R$ 1,3 milhão).


4. PARAMOUNT MARAUDER (ÁFRICA DO SUL)


Dez toneladas de potência africana, o Marauder possui uma cabine protegida com dupla camada de metal, e resiste a praticamente qualquer tipo de disparo de arma leve. E também a uma ou outra mina terrestre, ao preço de US$ 485 mil (cerca de R$ 1,2 milhão).


5. POLARIS MV850 TERRAINARMOR EDITION (EUA)


Feito para evitar "balística inimiga, terreno difícil e outros obstáculos impedidores de missões", o MV850, da americana Polaris Industries, é o primeiro veículo militar no mercado que usa pneus sem ar.

 Os pneus TerrainArmor, da empresa Resilient Technologies, resiste a tiros de armas com calibre .50.

 Os testes bem-sucedidos deste pneu em campos de batalha provavelmente levarão o Exército americano a investir no seu uso em outros veículos maiores, inclusive no próximo Hummer. O pequeno veículo, que mais parece um buggy, sai por US$ 15 mil (cerca de R$ 38 mil).


6. SUPACAT LRV 400 (REINO UNIDO)


O Qt Wildcat - antigamente conhecido como Bowler Wildcat - é um jipe ideal para terrenos difíceis. O carro tem velocidade de rali (chegando a 170 quilômetros por hora) e é usado por várias unidades militares que fazem patrulha em fronteiras.

 As pesadas placas de metal contra artilharia são opcionais, e tiram um pouco do desempenho do carro, que custa US$ 250 mil (R$ 640 mil).


Paranaguá terá estacionamento privado para 700 caminhões

O Paraná terá um novo terminal retroportuário para caminhões. De iniciativa de um grupo de investidores (Enne Engenharia, RF e Paraíso Participações), o terminal GreenLog ficará a 12 km do Porto de Paranaguá, na BR 277, em frente ao posto da Polícia Rodoviária Federal, em Alexandra – sentido Paranaguá. Segundo a assessoria do empreendimento, serão 700 vagas em uma área de 210 mil metros quadrados. E a unidade vai operar tanto cargas a granel, quanto em contêineres, 24 horas por dia.

“O GreenLog promete ser uma alternativa interessante para embarcadores, uma vez que aproxima a carga do ponto de embarque e trabalhará de forma integrada ao sistema de agendamento online de cargas do porto. Para transportadoras e caminhoneiros o espaço também será importante, uma vez que oferecerá maior conforto e segurança”, afirmou a assessoria do terminal, em entrevista à Carga Pesada, feita por e-mail.

A empresa diz que o terminal terá capacidade para atender 4 mil veículos por dia, e vai oferecer “infraestrutura moderna e bem equipada” ao caminhoneiro. “Entendemos que é nosso papel propiciar boas condições ao motorista durante a sua estadia. No terminal teremos restaurante, loja de conveniência, sala de estar e banheiros com chuveiros de água quente. Sabemos que os motoristas muitas vezes viajam com família. Por isso, o terminal será adequado e teremos uma estrutura específica para receber essas famílias, durante o período que o motorista estiver em operação no Porto de Paranaguá”, garante a assessoria.

De acordo com ela, o GreenLog vai ser um facilitador na gestão dos veículos pesados, que circulam na região. “O objetivo é aumentar a capacidade de caminhões que operam em Paranaguá, de forma segura e dando o devido atendimento ao usuário, assim evitar que os mesmos fiquem dispersos nas imediações dos terminais.”

A GreenLog, segundo a assessoria, terá sistemas internos de comunicação (vídeo, som, sms) para que o usuário saiba o momento no qual precisa se dirigir ao terminal de destino. “Por ter uma área extensa, vai evitar que os caminhões fiquem estacionados no perímetro urbano.”
As operações deverão começar em janeiro de 2015. Os valores a serem cobrados por carreta não estão definidos.

sábado, 29 de novembro de 2014

Ferrari coloca motorhome de Schumi à venda

Ter um carro da Ferrari é o sonho de muitos nesse planeta. E uma casa Ferrari, então? A escuderia italiana acaba de colocar à venda o motorhome usado pela equipe nas temporadas entre 2003 e 2013, usado primeiramente por Michael Schumacher, e depois por Fernando Alonso e Felipe Massa.

Não é bem uma casa. Mas chamar de motor home pode não dar a dimensão correta do equipamento, que, totalmente montado, tem área de 200 metros quadrados, com 7 metros de altura. A casa ambulante é tão grande que precisa de dois caminhões para ser transportada.

Além de alojamentos, com camas e banheiros, há uma parte com o escritório do diretor de equipe, incluindo mesa de reuniões. Há também um nicho com oficina, para reparo nos carros, e o comprador ainda leva todas as ferramentas.

Como tudo vindo da Casa de Maranello, o preço é para poucos. A Ferrari não divulgou o valor de venda, mas é estimado que o interessado deva desembolsar mais de US$ 1,5 milhão, ou seja, pelo menos R$ 3,8 milhões.




sexta-feira, 28 de novembro de 2014

DAF EXPÕE O EXTRAPESADO XF105 EM FEIRA DE TRANSPORTE NO GRANDE ABC

A DAF - em parceria com a Auto Planalto, primeira concessionária da rede na Grande São Paulo -  marca presença na 17ª Expo de Transportes do ABCD, que acontece até sábado (29/11), em São Bernardo do Campo/SP, com o modelo XF105. Além da exibição do extrapesado, há expectativa de realização de negócios,  já que a região é reconhecida pelo perfil industrial e automotivo, e também um dos principais focos do mercado cegonheiro. “O evento ocorre em um momento emblemático para a marca, quando celebramos um ano de produção do extrapesado XF105 no Brasil. A equipe da concessionária DAF Auto Planalto estará à disposição para esclarecer todas as dúvidas dos clientes e realizar negócios”, afirma Jorge Medina, diretor de Marketing da DAF Caminhões Brasil.

O extrapesado XF105 é equipado com  freio motor de 420 cv, motor PACCAR MX 12,9 litros,  disponível   nas versões 6x2 e 6x4 e atualmente é comercializado duas versões de cabine a Space e Comfort. Em 2015, será lançada a Super Space Cab, com 2,10 metros de altura interna.

quinta-feira, 27 de novembro de 2014

Bombeiros do Rio de Janeiro vencem prêmio internacional de melhor salvamento do ano

O Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro acaba de conquistar o prêmio pelo melhor salvamento do ano no concurso internacional “Conrad Dietrich Magirus Award”, evento realizado na última sexta-feira, 21, na cidade alemã de Ulm. O troféu foi recebido pela equipe que, em janeiro deste ano, resgatou as vítimas do acidente da passarela localizada na Linha Amarela, derrubada por uma caminhão que trafegava com a caçamba levantada.

Participaram da disputa bombeiros de diversos países como Áustria, Espanha, França, Irã, Itália e Romênia. As três equipes finalistas visitaram a fábrica da Magirus, na Alemanha. Além do primeiro lugar, os bombeiros do Rio de Janeiro poderão levar até dez membros para conhecer de perto a corporação mais famosa do mundo, os lendários bombeiros de Nova Iorque.


“É claro que ganhar o primeiro lugar é sempre uma boa sensação, mas cada bombeiro aqui demonstrou extraordinária coragem, determinação e valor”, disse o líder da equipe Tony Tricarico, durante seu discurso, após a cerimônia de premiação. “Estar aqui hoje nos faz vencedores”.

O Resgate

O episódio contou com o trabalho 22 bombeiros do grupamento do Méier, que chegaram ao local da tragédia e se depararam com a seguinte situação: três vítimas dentro de um carro, o caminhoneiro ferido, um homem que caiu no rio ao lado da Linha Amarela, duas mulheres que caíram da passarela, um motociclista machucado e um taxista que teve o carro esmagado pela estrutura. Das nove vítimas, quatro sobreviveram graças às técnicas empregadas pelos profissionais, que foram condecorados e homenageados pelo alto comando do Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro.











Fotos: G1








Aplicativo "dedo-duro" permite denunciar problemas em estradas de São Paulo

A Artesp (a agência que regula os serviços de Transporte no Estado de São Paulo) lançou nesta segunda-feira (24) o Eu-Vi, aplicativo que funciona como "dedo-duro" virtual e permite denunciar problemas estruturais em rodovias pedagiadas do Estado, com fotos ou vídeos, que podem ser enviados em tempo real pelo celular.

O projeto cobre 6,4 mil quilômetros de rodovias como Bandeirantes, Raposo Tavares, Anhanguera, Rodoanel, Castelo Branco, Anchieta e Imigrantes. Atenção: rodovias federais ou não pedagiadas estão fora da "área de cobertura" do aplicativo, que também não serve para relatar acidentes. Veja o mapa de cobertura do Eu-vi.

Compatível com celulares da Apple (na App Store) ou com sistema Android (no Google Play), o Eu-Vi funciona assim: após instalá-lo, o usuário tira fotos ou gravar vídeos de até 10 segundos de alguma situação irregular que encontrar na via. Vale buraco no asfalto, placa danificada, animais ou lixo na estrada, bueiro entupido, queimada e outros problemas. 

O envio pede, claro, conexão com a internet e reconhecimento do sinal GPS do smartphone, para localização automática do trecho em que se encontra a irregularidade. Se o sinal estiver fraco, o aplicativo guarda o registro e permite o envio posterior.
O registro será enviado diretamente para a ARTESP, que irá acionar a concessionária responsável para responder e solucionar o problema. Há diferentes prazos pré-estipulados para solucionar cada tipo de irregularidade, e até 10 dias para que o usuário receba uma resposta pelo próprio aplicativo. Há também um campo para consulta do status de cada manifestação -- enviada (vermelho); em andamento (amarelo); e atendida (verde) --, além do histórico de todos os registros.

UOL Carros preparou uma tabela com todas as irregularidades que podem ser apontadas e seus prazos de resolução.


SE DIRIGIR, NÃO FOTOGRAFE
UOL Carros lembra que usar o celular ao volante é infração média no CTB (Código de Trânsito Brasileiro), com perda de quatro pontos na CNH (Carteira de Habilitação) e multa de R$ 85,13. A Artesp recomenda que somente passageiros usem o aplicativo, ou que o motorista pare o carro no acostamento antes de registrar uma reclamação.

Faça o download do App para Android via Play Store e para IOS via App Store.

terça-feira, 25 de novembro de 2014

Saiba como verificar se um ônibus ou caminhão está com o tacógrafo regular

Você sabia que pode verificar se o ônibus em que vai viajar está regular simplesmente digitando a placa? Ou identificar se o caminhão que vai transportar sua mudança ou carga pode ficar retido na estrada?

Pois é, o Inmetro disponibiliza um serviço fantástico que a maioria das pessoas desconhece e permite identificar se um ônibus ou caminhão estão em dia com o cronotacógrafo, mais popularmente conhecido como tacógrafo. O leigo não percebe mas o velocímetro da maioria dos veículos de carga e passageiros é na realidade um tacógrafo, onde embaixo do visor da velocidade existe um disco, chamado de disco diagrama, onde as informações são registradas.

O equipamento registra a velocidade praticada em todo o percurso, a distância percorrida e o tempo de direção. Por isso é chamada de “caixa preta’ do transporte rodoviário. As informações geradas pelo equipamento são fundamentais na apuração de um acidente e permite realizar um trabalho preventivo, tanto por parte das empresas, controlando seus motoristas como das autoridades. Os veículos de carga com peso bruto acima de 4.536 quilogramas e os veículos de passageiros com mais de 10 lugares são obrigados pelo Código de Trânsito Brasileiro a possuir cronotacógrafo.

Quando um veículo está irregular com a verificação do cronotacógrafo, ele pode ser retido na estrada e receber multa metrológica que pode chegar a R$ 1500,00, sem contar a infração grave pelo Código de Trânsito e perda de cinco pontos na carteira. Isto significa que o condutor poderá ficar impedido de prosseguir viagem com os passageiros ou carga, causando transtornos e prejuízos para evitar despesa de R$ 149,00. O que é indício que outros aspectos da manutenção possam ser negligenciados.

Para identificar possível irregularidade, basta clicar aqui , acessar e digitar a placa. Caso apareça “Nenhum documento encontrado para os dados informados.”, significa que o veículo está totalmente irregular. Outras possibilidades é apresentar a informação que o documento provisório está no prazo ou vencido ou que a certificação está regularizada ou vencida.

Por isso, na hora de contratar qualquer serviço, transporte de passageiros ou carga, verifique a placa pelo site do Inmetro. Você poderá poupar muitos aborrecimentos. Afinal, imagina contratar uma excursão e ficar com os passageiros no meio do caminho ou sua mudança não chegar ao destino porque o caminhão estava irregular?Para quem trabalha com transporte e sofre a concorrência desleal de quem está irregular, esse instrumento também pode ser útil na conquista de clientes. Afinal, estar com o veículo regularizado é obrigação de quem transporta e não é justo que aqueles que cumprem suas obrigações sejam prejudicados por quem anda todo errado.

segunda-feira, 24 de novembro de 2014

BioBus: Conheça o ônibus movido a fezes e lixo

Com a onda sustentável que ronda o mundo, é natural que as empresas tentem utilizar fontes menos poluentes, otimizando seus produtos e, muitas vezes, criando uma solução mais econômica para a empresa e para os clientes. Os projetos de veículos elétricos, por exemplo, apresentam uma nova forma de lidar com os combustíveis, mas a questão de hoje mostra um veículo ainda mais ecológico.

Nas cidades de Bath e Bristol, na Grã-Bretanha, já está circulando um ônibus movido a fezes e lixo . Com assentos para 40 passageiros, o Bio-bus, como é chamado, é o primeiro do mundo a apresentar essa solução. O veículo ainda tem a capacidade impressionante de rodar por 300 quilômetros com um tanque de gás biometano, que é produzido a partir do tratamento de esgoto e do lixo doméstico anual de cinco pessoas.

Estima-se que o lixo doméstico e o esgoto produzido por um único habitante da cidade seja capaz de gerar combustível para fazer o veículo rodar 60 quilômetros. Ao todo, na cidade, a produção de esgoto e lixo chega a 75 milhões de metros cúbicos e 35 mil toneladas, respectivamente, por ano. Com esses números, é possível imaginar a quantidade enorme de combustível que pode ser fabricado para o Bio-Bus.

O resultado no tratamento de esgoto é obtido a partir da digestão anaeróbica de bactérias, que quebram a matéria orgânica sem o uso de oxigênio. Para converter esse biogás em combustível funcional, é preciso fazer algumas modificações, removendo o dióxido de carbono e adicionando, no lugar, o gás propano. O motor em questão é muito parecido com um motor normal, com a diferença de que pode reduzir a emissão de dióxido de carbono em 30%.

O Bio-Bus faz parte da Bath Bus Company e faz o trajeto que vai do aeroporto de Bristol até o centro de Bath. Segundo Collin Field, da Bath Bus Company, Bristol será a Capital Verde da Europa no ano que vem e, sendo assim, o lançamento do ônibus é bastante apropriado.








Canaltech