terça-feira, 27 de janeiro de 2015

MAN lidera venda de veículos na Bahia

A MAN Latin América está comemorando o sucesso de vendas de caminhões no Nordeste. A Bravo Caminhões e Ônibus, concessionária na Bahia, completou 20 anos de atividades como a líder no estado, segundo o Registro Nacional de Veículos Automotores (Renavam), com 1.852 unidades vendidas em 2014. A superioridade nos números soma 12 anos, sendo os últimos oito de forma consecutiva.  Na lista, o VW Constellation 24.280 figura como o preferido entre os baianos, com 379 veículos comercializados, seguido do VW Delivery 8.160, com 307 unidades na segunda colocação. Já o VW Constellation 26.280 está em quarto com 231 modelos, e o VW Delivery 10.160 conquistou a sétima colocação, com 198 caminhões emplacados. 

Com um portfólio completo de produtos e registro de mais de R$ 500 milhões em volume de negócios por ano, a Bravo comemora duas décadas na Bahia com um novo conceito, que reforça o foco do cliente desde o primeiro contato até o suporte no pós-vendas. “Nosso objetivo é proporcionar a excelência em todos os âmbitos de atendimento para que o cliente possa ter uma experiência única na compra de um veículo Volkswagen ou MAN. É um trabalho constante que envolve toda a nossa rede”, afirma Antônio Barros, diretor da Bravo Caminhões e Ônibus.

A empresa ainda apresenta seu novo slogan “Sempre na sua Direção”, que reforça o compromisso de chegar onde o cliente estiver. Outro destaque é a agilidade na manutenção e revisão dos veículos, contando com uma assessoria de pós-venda e serviços como oficinas móveis e o Monitor de Pós-venda. “Temos uma parceria fidelizada com a Bravo no estado baiano, que representa perfeitamente o DNA de nossa empresa – atender sob medida cada necessidade”, destaca Ricardo Alouche, vice-presidente de Vendas, Marketing e Pós-Vendas da MAN Latin America. 

Além dos excelentes resultados conquistados em caminhões, a Bravo aposta no mercado de ônibus, que demonstra cada vez mais seu potencial. A empresa acaba de inaugurar sua unidade exclusiva em Salvador - a Bravo Ônibus - com equipe dedicada e serviço de pós-vendas diferenciados. “Com este novo conceito de atendimento, estreitamos a parceria com a fábrica e trouxemos o que há de melhor em inovação e estrutura para os clientes de ônibus”, completa Antônio.


Mais informações →

sábado, 24 de janeiro de 2015

Scania oferece garantia de dois anos para veículos da linha 2015

Clientes da Scania passam a ser contemplados com garantia de dois anos para veículos da linha 2015. O tradicional período de um ano de cobertura ganha um aumento de 12 meses de proteção ao trem de força.

A nova modalidade de garantia abrange as linhas de caminhões rodoviários pesados e semipesados e de ônibus rodoviários adquiridos a partir de 1º de janeiro deste ano. Já a extensão para o segundo ano do trem de força engloba peças banhadas a óleo, componentes internos do motor, caixa de mudança e diferencial.

“A garantia estendida de dois anos, somada às manutenções realizadas na rede de concessionárias Scania, garante ainda mais vida útil, economia de combustível e redução dos custos, que podem ser ainda menores caso o cliente opte por um dos cinco programas de manutenção da marca”, diz Fábio Souza, diretor de Serviços da Scania no Brasil.

A Scania oferece cinco programas de manutenção: Premium, Mais, Trem de Força, Standard e Compacto, que proporcionam o mais moderno e eficiente controle de custos da manutenção das frotas de caminhões ou de ônibus.

O regulamento da garantia estendida está disponível no site da Scania ou nos pontos de atendimento da rede de concessionárias da fabricante.


Mais informações →

DAF lança XF105 verde no mercado brasileiro

A DAF começa 2015 com novidades. O XF105, primeiro caminhão da marca produzido no Brasil, passa a ser comercializado também na cor verde, batizada de Mint Green. A opção é a oitava oferecida pela montadora, além do amarelo (Yellow Demo), prata (Zermatt Silver), azul (Sky Blue), tons de branco (Ice White e Brilliant White) e tons de vermelho (Currant Red e Diablo Red).

As concessionárias da rede DAF já podem receber pedidos das unidades verdes do XF105, disponível em todos os modelos. O veículo tem duas configurações de cabine comercializadas: Space e Comfort. Neste ano, será lançada a Super Space Cab, com 2,10 metros de altura interna.

O XF105 é equipado com motor PACCAR MX 12,9 litros. O extrapesado é comercializado nas versões 6×2 e 6×4, com potência de 410 cv ou 460 cv e torques máximos de 2.000 Nm e 2.300 Nm, entre 1.050 rpm e 1.410 rpm.

Mais informações →

sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

Ar-condicionado em ônibus é obrigatório, decide prefeitura

São Paulo - A Prefeitura de São Paulo publicou nesta quinta-feira, 22, uma portaria no Diário Oficial do Município determinando que "todos os veículos vinculados aos serviços de transporte coletivo de passageiro" deverão "estar dotados de equipamentos de ar-condicionado".

Segundo a portaria, a medida tem como propósito "garantir aos cidadãos condições dignas de locomoção, proporcionando maior conforto e segurança".

Conforme divulgou o jornal O Estado de S. Paulo nesta quarta-feira, 21, a diferença de temperatura em um ônibus com sistema de refrigeração e outro sem o equipamento pode chegar até a 12ºC.

A gestão Fernando Haddad (PT) quer que a exigência também faça parte do contrato de concessão dos ônibus.

Pendente desde julho de 2013, a licitação está prevista para ser lançada neste primeiro semestre.

"Primeiramente, nós estamos preparando o processo licitatório e isso (exigência do ar-condicionado) vai estar na próxima concessão", declarou o secretário municipal de Transportes Jilmar Tatto, há uma semana.

Ainda de acordo com a portaria, a São Paulo Transporte (SPTrans) deve estabelecer critérios e prazos para que as empresas instalem ar-condicionado nos veículos.

Atualmente, há somente 60 ônibus com ar-condicionado circulando pela capital paulista, de acordo com dados oficiais da SPTrans.

Ou seja, apenas 4 a cada mil veículos da frota (de cerca de 14.800 ônibus) estão equipados com refrigeração.

Até o fim do ano, a estimativa é de que ao menos mil veículos com ar-condicionado circulem em todas as regiões da cidade, mas ainda não há prazo oficial para que a frota seja completamente renovada.

Mais informações →

Frete de soja chega a R$270 por tonelada

A alta de 4,5% na safra 2014/2015, que deve chegar a 202,18 milhões de toneladas de grãos segundo a Conab (Companhia Nacional de Abastecimento), representará prejuízo aos agricultores de Mato Grosso do Sul. Com a capacidade dos armazéns brasileiros de abrigar 74% deste volume, os produtores são forçados a escoar logo a produção, aumentando a procura por frete. Serviço este que subiu 12,5% em Sorriso (MS) e ficou em R$270 por tonelada, após um acordo entre as transportadoras.

O especialista do departamento técnico do Sistema Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul), Justino Mendes, explica que o ideal seria se o Brasil tivesse capacidade de estocar 20% a mais por tonelada para que o produtor não tivesse a necessidade de escoar os grãos com tanta rapidez. Luiz Rafael Azevedo, analista da consultoria Agrosecurity, complementa a explicação. “Se o armazém está nas mãos do produtor, ele vende a soja até agosto, controlando o preço no mercado em função da oferta e da procura. Sem armazéns, ele é obrigado a vender para as tradings e cooperativas, que pagam pelo frete e dão ao produtor uma quantia menor pela tonelada da soja. Um frete mais alto implica num ganho pela soja mais baixo”.


Mais informações →

quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

Mercedes-Benz inicia as vendas dos caminhões Axor e Actros equipados com freio a tambor

A partir deste mês de janeiro, a Mercedes-Benz já inclui, como item de série, freio a tambor para os caminhões extrapesados Axor e Actros 6x2 e 6x4 versão “Estradeiro” (com eixos sem redução nos cubos). A maior abrangência de aplicação desse item é mais um resultado do conceito ECONFORT (Economia + Conforto + Força/Desempenho), filosofia de desenvolvimento que resulta num maior valor agregado aos produtos da marca.

 “O freio a tambor é indicado para operações mistas, nas quais o caminhão roda tanto em rodovias asfaltadas quanto em estradas de terra, bem como nas condições de intensa presença de poeira ou cascalho”, afirma Gilson Mansur, diretor de Vendas e Marketing de Caminhões da Mercedes-Benz do Brasil. “Nessa situação, o cliente conta com uma solução mais robusta e durável, que proporciona um menor custo operacional”. 

A disponibilização do freio a tambor para as versões estradeiras do Axor e do Actros amplia ainda mais o leque de opções da Mercedes-Benz, que continua contando com a já conhecida versão de freio a disco. O item já estava disponível na versão “Multiuso” (eixos com redução nos cubos) desses veículos. Os modelos Axor 2536, 2541 e 2544 LS 6x2 (com suspensão pneumática) com configuração de entre-eixos 3600 mm, receberão o freio a tambor a partir de fevereiro/2015.

Isso permite que os clientes escolham a configuração que melhor atenda suas demandas de transporte, levando em conta também as características dos locais de operação do seu caminhão.


Mais informações →

Volvo FH 16 transporta uma casa de 50 toneladas

Quem já teve que mudar de residência sabe como é complicado o processo de tirar suas coisas de uma casa e levar para outra. Sempre tem algo que se perde na bagunça, fora todo o processo de encaixotar seus objetos pessoais para depois reorganizá-los em outro lugar. Ao invés de passar por todos os problemas de uma mudança, vai dizer que o ideal não seria levar a casa inteira, de uma só vez?

Isso foi feito na Suécia, com a ajuda de um Volvo FH 16. Uma casa de 50 toneladas, utilizada como creche, foi transportada inteira para outro terreno, a um quilômetro de distância da localização original. Confira no vídeo (você pode ativar as legendas em português no menu do vídeo):



Mais informações →

quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

As melhores imagens do Rally Dakar 2015 - Caminhões

O Rally Dakar 2015 chegou ao fim neste sábado (17), depois de 9.295 km percorridos por 406 veículos (parte deles, ao menos), que passaram por três países e dezenas de cidades da Argentina, do Chile e da Bolívia, cruzando as terras áridas e altas do Deserto do Atacama e também a Cordilheira dos Andes.

Na disputa entre os caminhões, a equipe Kamaz conseguiu uma vitória tripla, encabeçada por Airat Mardeev. Apesar de ter vencido apenas dois estágios, Mardeev conseguiu terminar a prova em 42h22min01s, quase 14 minutos à frente do segundo colocado, Eduard Nikolaev, que venceu seis estágios. Confira abaixo as melhores imagens do Rally Dakar 2015 - Caminhões: 































Mais informações →

Top 10: os caminhões mais vendidos de 2014

Não é de hoje que o VW Constellation é um dos caminhões mais vendidos do Brasil. O modelo 24.250 conquistou o título por cinco anos consecutivos, de 2007 a 2012. No entanto, em 2013 o sucessor Euro 5 do modelo, o 24.280, vendeu 9.330 unidades, ficando atrás dos 10.508 emplacamentos do Scania R 440.

Em 2014 o segmento de extrapesados teve queda maior, puxando para baixo as vendas do modelo da Scania ao mesmo tempo em que segurou o crescimento dos modelos FH da Volvo. Com isso, apesar de vender quase 1,7 mil unidades a menos do que em 2013, o Constellation 24.280 encerrou 2014 como o modelo mais vendido do ano.

Separamos abaixo a lista dos 10 caminhões mais emplacados de 2014, de acordo com levantamento da Fenabrave. Veja:

1° – Volkswagen Constellation 24.280 – 7.668 unidades vendidas




2° – Volvo FH 460 – 6.228 unidades vendidas




3° – Scania R 440 – 6.222 unidades vendidas




4° – Volkswagen Delivery 8.10 – 5.743 unidades vendidas




5º – Ford Cargo 816 – 5.118 unidades vendidas




6° – Mercedes-Benz Accelo 815 – 5.045 unidades vendidas




7° – Mercedes-Benz Atron 2729 – 4.380 unidades vendidas




8° – Volvo FH 540 – 4.159 unidades vendidas




9° – Volvo VM 270 – 4.148 unidades vendidas




10º – Mercedes-Benz Accelo 1016 – 3.909 unidades vendidas





Mais informações →

Quebra de asa – manobra que custa caro

Quem vive na estrada já viu algum colega de profissão fazer a “quebra de asa”. A manobra consiste em balançar a carroceria de um lado para o outro, tirando as rodas da pista e contorcendo o implemento. A questão é que esta brincadeira pode sair caro para muita gente.

O movimento de balanço pode fazer com que o caminhão sofra danos estruturais. Como a carreta se projeta além da capacidade sobre a quinta roda, isso pode trincar o pino-rei, além de causar desalinhamento. Quando a carreta levanta e volta para sua posição correta, o impacto gerado pode causar sérios danos na suspensão, assim como desgaste extremo das laterais dos pneus.


Motoristas que realizam a “quebra de asa” podem responder pelo crime de direção perigosa, podendo até provocar algum acidente com outro veículo. Se houver mais de um caminhão fazendo disputa de manobras na estrada, a punição aumenta por ser considerado envolvimento em racha. A pena pode variar de seis meses a dois anos de prisão.

Outro risco provocado pelas manobras arriscadas é a capotagem do bruto. O movimento de chicote da carroceria pode ser mais forte que a manobra, e o veículo tombar no meio do trecho.

Há também os fãs de caminhões que, na beira da estrada, pedem para os motoristas fazerem a quebra de asa(confira no vídeo abaixo) só para poderem gravar no celular e publicar na internet. Uma manobra mal-sucedida pode colocar a vida deles em risco.


Em caso de direção perigosa, avise a Polícia Rodoviária Federal pelo número 191.


Volvo na Estrada
Mais informações →

terça-feira, 20 de janeiro de 2015

DNIT lança aplicativo para mapear ocorrências em rodovias federais

O motorista que rodar pelas estradas federais já pode comunicar, em tempo real, ao Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), os problemas encontrados nas rodovias – como buracos e quedas de barreira. Para isso, o órgão desenvolveu um aplicativo para smartphones, o DNIT Móvel, que facilita o contato com os usuários. Sem a necessidade de dar um telefonema e nem ser atendido por um telemarketing, o programa envia o registro da ocorrência direto ao banco de dados do DNIT.

“A localização exata da ocorrência é marcada por GPS. Com isso, pode-se mapear os problemas da malha rodoviária federal, atualizando os dados sobre suas condições”, explica Tarcísio Gomes de Freitas, diretor geral do DNIT. O DNIT Móvel, com a ajuda dos usuários, permite que o reparo nas rodovias federais possa ser feito mais rápido, proporcionando, assim, mais segurança para os usuários.

Além disso, o aplicativo facilita o mapeamento das ocorrências mais constantes em determinada rodovia federal e possibilita o planejamento e a priorização dos trabalhos de manutenção e melhorias. “Isso dá mais eficiência ao uso dos recursos públicos e torna as estradas federais mais seguras”, completa o diretor de Planejamento e Pesquisa do DNIT, Adailton Cardoso Dias.

O programa permite que a ocorrência seja feita de forma anônima. Caso o motorista queira uma resposta do DNIT, é necessário que o usuário faça um pequeno cadastro. Após abrir o programa, aparecerá um mapa com a localização do GPS. Antes de iniciar o processo, uma mensagem de alerta aparecerá na tela: ‘Você é o condutor?’. Em seguida, o programa chama atenção para que o veículo esteja estacionado. ‘Você só poderá informar uma ocorrência se não estiver dirigindo’. “Não é recomendado o uso de celular enquanto se conduz o veículo”, lembra Rafael Vidal de Abreu, ouvidor do DNIT.

Com as festas de final de ano e o início do período de férias, o aplicativo DNIT MÓVEL se torna instrumento de grande ajuda para a segurança dos usuários das rodovias federais, uma vez que permite a comunicação direta das ocorrências encontradas nas estradas com o DNIT, em tempo real.

O aplicativo, lançado para os smartphones com o sistema Android, já tem também disponível em sistema IOS, que opera nos smartphones da Apple. Já no dia seguinte ao lançamento, o aplicativo teve pelo menos 100 avaliações positivas no Google Play, o que gerou a nota de 4,5 estrelas, além de mais de cinco mil downloads. “Esses dados iniciais mostram que os usuários das rodovias federais estão dispostos a contribuir com a sua segurança por meio do monitoramento das rodovias, em tempo real, já que procuraram instalar o aplicativo”, afirma o diretor do Departamento de Planejamento e Pesquisa do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DPP/DNIT), Adailton Cardoso Dias.

Você deverá baixar o aplicativo através do smartphone

Como usar
Ao abrir o aplicativo, aparece na tela um mapa com a localização do GPS. Antes de iniciar o processo, uma mensagem de alerta aparecerá na tela: ‘Você é o condutor?’. Em seguida, o programa chama a atenção para que o motorista estacione o veículo: você só poderá informar uma ocorrência se não estiver dirigindo.

Com essa confirmação, a tela do aplicativo disponibiliza um menu, que pode ser em forma de ícones ou de listagem. Basta selecionar os problemas encontrados, fazer um pequeno relato e enviar. Há ainda a possiblidade de anexar a foto da ocorrência. “A localização exata é marcada por GPS. Com isso, pode-se mapear os problemas da malha rodoviária federal, atualizando os dados sobre suas condições”, acrescenta Adailton Dias, diretor de Planejamento e Pesquisa do DNIT. O aplicativo, com a ajuda dos usuários, permite que os reparos e manutenção das rodovias federais possam ser feitos mais rápido, proporcionando, assim, mais segurança para os usuários.

CLIQUE AQUI  para acessar o passo a passo do aplicativo.


Informações de Brasil Caminhoneiro 
Mais informações →
Postagens mais antigas Página inicial

Facebook

Casa do Caminhão

Auto Peças Marcelo

Visitas

Total de visualizações